Jair Bolsonaro, Alexandre Frota e Daniela Mercury
Jair Bolsonaro, Alexandre Frota e Daniela Mercury (Foto: Reprodução/Catraca Livre)

Deputados da base aliada do presidente Jair Bolsonaro (PSL) ameaçam fazer um “desmanche geral” contra o governo. Encabeçado por Alexandre Frota, o movimento será uma reação, caso Daniela Mercury seja recebida em audiência no Planalto.

O anúncio da iniciativa foi feita pelo ex-ator pornô em seu perfil no Twitter. “Se souber que o governo Bolsonaro recebeu Daniela Mercury ou qq artista do vídeo #ele não, eu e diversos deputados vamos iniciar uma operação desmanche geral. Que fique claro.”, escreveu deputado ao chefe de estado.

Frota ainda marcou no post o ministro da Cidadania Osmar Terra, responsável por cuidar da Lei Roaunet. A cantora foi acusada pelo próprio presidente de se beneficiar da legislação para lucrar com seus projetos.


Na última terça-feira (05), Bolsonaro publicou uma resposta a música “Proibido Carnaval”. A faixa faz críticas ao atual governo. Em um vídeo, um cantor rebate a artista em uma marchinha.

LEIA MAIS:

Globo lança campanha para celebrar o Dia Internacional da Mulher

Valesca Popozuda mostra tudo durante baile de Carnaval em Goiás

Em uma carta-aberta,  Daniela respondeu a provocação. “Sr. Presidente, sinto muito que não tenha compreendido a canção ‘Proibido o Carnaval’, que defende a liberdade de expressão e é claramente contra a censura”, iniciou ela.

“Percebo que há uma distorção muito grave sobre a Lei Rouanet. Parece que ela ainda não foi compreendida. Por isso, me coloco à disposição para explicar como funciona o passo a passo dessa lei. E aproveito para tranquilizá-lo. Usei muito pouco de verba pública de impostos da Lei Rouanet em cada projeto que tive aprovado”, esclareceu.