política
(Foto: reprodução)

A participação da deputada federal Tabata Amaral (PDT-SP) na reunião da Comissão de Educação da Câmara Federal, nesta quarta-feira (27), causou repercussão nas redes sociais. A deputada virou um dos assuntos mais comentados do twitter, por ser incisiva em suas indagações. A cientista social questionou, categoricamente, o ministro Ricardo Vélez Rodríguez, que esteve no encontro para enunciar o que o Ministério da Educação fez nos três primeiros meses de gestão.

A Deputada provou que, a doçura sempre esconde uma firmeza inabalável, e exerceu seu direito de cidadã, bem como o direto à liberdade de expressão.

Veja alguns fragmentos dos questionamentos proferidos por Tabata

“Já se passaram três meses e em um trimestre não é possível que o senhor apresente um “power point” com dois, três desejos para cada área da Educação. Onde estão os projetos, as metas, quem são os responsáveis? Isso não é um projeto estratégico. Isso é uma lista de desejos. Eu quero saber onde eu encontro esses projetos? Quando cada um começa a ser implementado? Quando serão entregues? Quais são os resultados esperados? São três meses e a gente consegue fazer mais do que isso.”


“Outra pergunta é sobre o aparelhamento ideológico do ministério. Eu não vou ficar discutindo fumaça. Não vou ficar falando que sou contra o ‘Escola sem Partido’. Eu sou contra, mas não acho que é isso o que importa. A gente precisa de profissionais preparados”.

“Tem uma coisa que eu aprendi nos últimos anos, como cientista política e como ativista da Educação, é que o maior desafio que a gente tem não é ficar fazendo lista de desejos. É implementar, de fato, e a gente não implementa sem um corpo preparado, sem pessoas que têm experiência”.

“Saio da reunião extremamente decepcionada com sua incapacidade de apresentar uma proposta, de saber dados básicos e fundamentais. É um desrespeito, não só à Educação, não só ao ministério, não só ao Parlamento, mas ao Brasil como um todo”.

Assista ao vídeo

Comissão de Educação com ministro Veléz

Hoje participei de uma reunião com o Ministro Ricardo Veléz na Comissão de Educação. Insistentemente o questionei sobre quais eram os projetos e metas para melhorar a qualidade da educação no Brasil, mas não obtive resposta. Ao mostrar que não tem propostas para a nossa educação, o ministro deixou claro que não está preparado para estar à frente de um posto tão importante. #VamosJuntos #PDTnaCâmara

Posted by Tabata Amaral on Wednesday, March 27, 2019