Símbolo da luta contra o HIV/Aids
Símbolo da luta contra o HIV/Aids [Foto: Reprodução/Internet]

Narrando um acontecimento real, o curta-metragem “Sangro”, retrata confissões íntimas de uma pessoa que vive com HIV. O curta foi produzido por Tiago Minamisawa e realizado através do Proac Manifestações Culturais LGBT da Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo.

Um pessoa que descobre ser soropositivo, deve experienciar conflitos diversos. A atração vem para desmistificar alguns conceitos e aclarar esta questão. Seja no campo dos relacionamentos afetivos, trabalho, amigos e preconceito. É importante frisar que, o HIV ainda desperta muito curiosidade e levanta questões que permanecem submersas.

É essencial trazer esta temática À tona, já que ainda não temos nada assertivo sobre a cura do HIV. inclusive, foram planeados alguns experimentos, mas a falta de tecnologia comprometeu o andamento dos trabalhos empíricos e de pesquisas.


Veja mais: HIV tem ou não cura? Falta de tecnologia compromete a descoberta da cura do HIV

O curta metragem ainda não tem data de exibição prevista no Brasil. Mas, para ter acesso a mais informações,  serão disponibilizadas no facebook.com/filmesangro.

Confira o Trailer: