Daniela Mercury e Caetano Veloso em
Daniela Mercury e Caetano Veloso em "Proibido o Carnaval" (Foto: Divulgação)

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) respondeu as críticas feitas por Daniela Mercury em um vídeo, divulgado nesta terça-feira (05).
Nas imagens, um cantor interpreta uma marchinha de carnaval e rebate as provocações feitas pela cantora na música Proibido Carnaval. O single foi a aposta da Rainha do Axé para a folia deste ano e conta com a parceria de Caetano Veloso.
Sem citá-los diretamente, o perfil oficial de Bolsonaro no Twitter manda um recado para os artistas.  “Dois ‘famosos’ acusam o Governo Jair Bolsonaro de querer acabar com o Carnaval. A verdade é outra: esse tipo de ‘artista’ não mais se locupletará da Lei Rouanet”, escreveu.
Logo no início do vídeo, o intérprete dedica a música a Daniela e Caetano. “essa marchinha vai para o nosso querido Caetano Veloso e nossa querida Daniela Mercury. Chupa”, ironiza.
O conteúdo da música cita afirma que a partir de agora os artistas não terão o incentivo da Lei Rouanet para patrocinar seus projetos.  O nome da música que rebate as críticas e do cantor não foram divulgados no post feito no Twitter oficial de Bolsonaro.
LEIA MAIS:

Daniela Mercury rebate Bolsonaro

Diante da provocação, a cantora respondeu Bolsonaro em uma carta aberta divulgada pela sua assessoria de imprensa. “Sr. Presidente, sinto muito que não tenha compreendido a canção ‘Proibido o Carnaval’, que defende a liberdade de expressão e é claramente contra a censura”, iniciou ela.
“Percebo que há uma distorção muito grave sobre a Lei Rouanet. Parece que ela ainda não foi compreendida. Por isso, me coloco à disposição para explicar como funciona o passo a passo dessa lei. E aproveito para tranquilizá-lo. Usei muito pouco de verba pública de impostos da Lei Rouanet em cada projeto que tive aprovado”, esclareceu.
Mercury também propôs um debate com o chefe de estado e detalhou o uso da verba dentro da legislação. “Em 20 anos, Eu tive apoio (TUDO DENTRO DA LEI) de cerca de um milhão de reais de verba de impostos da Lei Rouanet. R$ 1 milhão em 20 anos, ressalto!!! Dá cerca de 50 mil reais por ano, se assim dividirmos. Considere, sr. Presidente, que eu comecei o movimento de trios sem cordas, de graça para o público, há 21 anos.Essa fake news sobre a Lei Rouanet criada na eleição não pode continuar sendo usada para desmerecer o trabalho sofrido e suado dos artistas brasileiros”, continua ela. “Mereço respeito”, sentenciou.