Rami Malek como Freddie Mercury em Bohemian Rhapsody
Rami Malek como Freddie Mercury em Bohemian Rhapsody (Foto: Divulgação)

Apesar do sucesso que fez o ator Rami Malek receber o Oscar de Melhor Ator, o filme Bohemian Rhapsody vai ser alvo de censura na China.

A cinebiografia de Freddie Mercury e a formação da banda Queen, vai receber algumas alterações no país. Segundo o Hollywood Reporter, as cenas que envolvem a temática LGBT e também o uso de drogas devem ser removidas.

LEIA MAIS:


Daniela Mercury cai em cima de trio durante desfile no Carnaval de Salvador; Assista

Pedro Vinícius corta o cabelo para nova fase de Michael em Malhação; Confira

Então, o longa chegará aos cinemas locais, sem as menções a sexualidade do astro do rock. A publicação ainda dá conta que até mesmo o discurso de Malek na maior premiação do cinema, também foi editado.

No momento que o astro cita, Mercury como um homem gay foi substituído ao que tudo indica por “grupo especial” nas legendas.