A cantora Ariana Grande
A cantora Ariana Grande (Foto: divulgação)

Todos sabemos que, Ariana Grande tem um público dominantemente LGBT, mas o que a diva de “God is a woman” não esperava era uma chuva de críticas da comunidade, após enunciar sua  participação no Manchester Pride Live, um festival que celebra o orgulho LGBTQ+ na cidade inglesa que acontecerá em agosto de 2019.  As críticas se devem ao fato da cantora ser heterossexual, e sua participação denota exploração ao público LGBT.

Contudo, a diva resolveu abrir a boca e, nesta  nesta quarta-feira (27), contestou as críticas através de um texto enorme publicado em suas redes sociais:

“A comunidade LGBTQ tem sido muito especial e solidária comigo ao longo da minha carreira. A relação que tenho com meus fãs, amigos e familiares LGBTQ me faz muito feliz. Quero celebrar e apoiar essa comunidade, independentemente da minha identidade ou de como as pessoas me rotulam.”  Neste fragmento ela mostra a importância do público LGBT para ela.


Leia mais: 

Pabllo Vittar anuncia clipe vertical em parceria com o Instagram

Lia Clark lança aposta para o carnaval em parceria com Pankadon; Assista Taca Raba

Ariana ainda enfatizou que, estes eventos sempre tiveram apresentações de divas Pop heterossexuais e que isso não significa exploração. Apenas todas juntas com o mesmo propósito de propagar mensagens de amor e igualdade.

Ela finda o discurso demonstrando muito respeito ao contraditório, mas se mantém firme nas palavras. “Se você realmente sente que eu não merecia receber esse convite, eu respeito isso. Mas aceitei isso com muita animação e gratidão”.