Pierre Davis
A estilista trans Pierre Davis (Foto: Reprodução/Instagram)

Na primeira semana de fevereiro, o New York Fashion Week (NYFW) fez história ao receber o primeiro desfile de uma estilista transexual em sua programação, Pierre Davis. De acordo com o Metrópoles, a direção do evento pretende levantar a bandeira da diversidade. Por isso, o Conselho de Estilistas de Moda dos Estados Unidos (CFDA) sugeriu que uma designer trans fosse inclusa no line-up da semana de moda.

Ao CFDA, organização que representa mais de 500 estilistas e direciona a semana de moda, Davis contou o que pensa da experiência. “É importante que as pessoas de todos os gêneros tenham a oportunidade de lutar, independentemente de sua identidade. O terreno não está nivelado no mundo, e na moda isso é ainda mais difícil”, disse ela.

LEIA MAIS:


Hino de bloco no RJ tem liberdade sexual como tema: “Igualdade social só com todo mundo nu”

Anna Wintour opina sobre vestido de casamento de Meghan Markle; Confira o vídeo

A estilista afirma que abraça a causa trans, no entanto, afirma que oportunidades como essa não devem ser encaradas como esmola. “Quero mostrar o trabalho e ser reconhecida pela qualidade do meu esforço. Me sinto feliz por ter chegado à Fashion Week, mas quero ir mais longe”, enfatizou Pierre Davis.

A designer é diretora criativa da No Sesso, marca que já conquistou artistas como Kelela e Erykah Badu. Seu estilo é classificado como um streetwear desconstruído e livre de estereótipos. O desfile na New York Fashion Week exemplifica o desprendimento de gênero aplicado nas peças. Confira algumas:

Pierre-Davis-nyfw
Foto: GettyImages
Pierre-Davis-nyfw
Foto: GettyImages
Pierre-Davis-nyfw
Foto: GettyImages