bandeira lgbt
Bandeira LGBT (FOTO: Reprodução/Internet)

Um auxiliar de serviços gerais foi espancado em um banheiro no terminal de Laranjeiras, na Serra, no Espírito Santo. Segundo a vítima, a motivação do ataque foi homofobia. O episódio aconteceu na última terça-feira (12).

Em depoimento prestado na última quinta-feira (14), o rapaz disse que o agressor falou que “ali não era lugar de gay”. Até o momento ninguém foi preso. Por causa das agressões, ele acabou desmaiando, e socorrido pela segurança que acionou a Samu, que o levou para o Hospital Jayme Santos Neves. O suspeito fugiu.

LEIA MAIS:


Suspeito de estuprar adolescente de 13 anos é esfaqueado por irmão da vítima

Jovem gay é encontrado desacordado com ferimentos graves na cabeça; Suspeita é de homofobia

“Ele começou a me agredir dando socos, chutes. Ele falava que ali não era lugar de gay”, lembrou ele em entrevista ao G1. O rapaz teve alta nesta quinta. “Dói até agora saber disso. Vivenciar o que vivenciei ali, não desejo nem para um inimigo meu”, falou.

A família pediu as imagens do circuito interno do Terminal de Laranjeiras para ajudar na identificação do agressor. A Ceturb informou que as imagens estão à disposição da polícia para ajudar nas investigações.