Gravidez
Gravidez (Foto: Reprodução/Internet)

A gravidez dentro de um útero transplantado já é uma realidade. Inclusive, no Brasil, há cerca de um ano, foi possível a realização de um parto a partir do órgão vindo de uma mulher falecida. Agora, a ciência pode realizar o sonho de muitas mulheres transgêneros que desejam ter filhos de maneira natural.

O médico Christopher Inglefield afirmou sobre a possibilidade de um transplante de útero em condições parecidas. Para ele,  é possível acontecer com uma mulher cis, não deve ter riscos para uma mulher trans.

“Uma vez que a comunidade médica aceita isso como um tratamento para mulheres com infertilidade uterina, como a ausência congênita de um útero, seria ilegal negá-lo a uma trans que completou sua transição.”, defendeu o fundador da Transgender Clinic em entrevista ao Hypeness.


Inglefield diz que a maior dificuldade é em conseguir uma doadora. Já que para este tipo de procedimento é necessário preservar os vasos sanguíneos.

LEIA MAIS:

Com quatro votos a favor, julgamento da criminalização da LGBTfobia tem desfecho adiado

Projeto de Lei visa proibir direitos LGBTs no Kansas

Durante a gravidez, suplementos hormonais seriam implantados nas pacientes para criar uma produção similar ao que acontece durante a gestação.

Haveria ainda a possibilidade de fazer parto normal, segundo o médico, a pelve estreita das mulheres trans não seria o problema. Entretanto, a recomendação seria uma cesariana para trazer a criança ao mundo de maneira mais segura e confortável.