A atriz Ellen Page (Foto: Reprodução/CBS TV)

Ellen Page comentou sobre o ataque homofóbico e racista sofrido por Jussie Smollett, na última terça-feira (29), em Las Vegas. A declaração da atriz foi dada durante a entrevista ao Late Show with Stephen Colbert.

Lésbica, ela ligou os crimes de ódio com os discursos e posições políticas da administração de Donald Trump e o ataque a Smollett. “Conecte os pontos, é isso que acontece”, disse. “Se você está em uma posição de poder, odeia um grupo de pessoas, e quer causar sofrimento a elas, o que acha que vai acontecer? Crianças vão ser abusadas e vão se matar, e pessoas vão ser agredidas na rua”, afirmou.

Page ainda elencou as posições preconceituosas do vice-presidente Mike Pence. Quando governador de Indiana, o político apoiou medidas que facilitavam a discriminação contra pessoas LGBTQ+.


LEIA MAIS:

Hugo Bonemer se declara para namorado em jantar romântico: “Com você tudo fica tão leve”

Indicação de Ariana Grande à prêmio LGBTQ+ divide opiniões na internet; Entenda

“O vice-presidente dos EUA gostaria que eu não tivesse o amor da minha vida ao meu lado”, disparou. “Ele tentou banir o casamento gay em Indiana, ele acredita em terapia de conversão, ele machucou pessoas LGBTQ+ de diversas formas naquele estado”, denunciou.

Sobre a sua série “Gaycation”, onde retratam a vivência de pessoas LGBTQ+ em diversos países, inclusive o Brasil. “Eu conheci as pessoas mais marginalizadas que você pode imaginar. Eu tenho o privilégio de dizer isso. Essa m**da precisa parar”, completou.

Assista (em inglês):