O digital influencer Carlinhos Maia
O digital influencer Carlinhos Maia (Foto: Reprodução/Instagram)

Carlinhos Maia criticou duramente o que definiu como “ditadura gay”, no domingo (3). O  comediante falou sobre o assunto durante uma transmissão de vídeo no Instagram, algumas horas depois de assumir para o mundo seu relacionamento com Lucas Guimarães.

Eu via muitos gays dizendo ‘se assuma, saia do armário’. Coisa que os héteros não me pediam. Teve um tempo em que a ditadura começou a me machucar muito mais do que qualquer hétero. Nos meus shows, 90% que vão me assistir são héteros. Eu não vivo do ‘pink money’. E esses mesmos héteros família: pai, mãe, filho, vó, eles gritam o nome do Lucas em todo show“, disse.

Vocês não vão me ver botando saia, shortinho, salto alto e batom. E não julgo, cada um faz o que quer e é feliz. Mas eu sou um gay que gosto de ser homem“, afirmou Carlinhos Maia.


Veja mais:

Após polêmica com transfobia, Nego do Borel visita casa de acolhimento a trans e travestis

Pabllo Vittar afirma que, “em breve”, gravará música com cantora mexicana Thalía

Alguns membros da comunidade LGBT não reagiram bem às palavras proferidas pelo comediante.

Na segunda-feira (4), o dono de uma das contas mais acessadas no Instagram voltou a falar sobre o assunto. “Enquanto houver gays vingativos, que pegam um trecho da minha fala e soltam no Twitter, os gays não serão respeitados (…) Enquanto houver guerra na nossa classe, jamais haverá amor e respeito“, opinou.

Tudo começou quando o influenciador digital revelou sua orientação sexual, ao mesmo tempo que apresentou seu noivo para o mundo. Na ocasião, ele mostrou o pedido de casamento que fez para seu noivo, Lucas Guimarães. De acordo com ele, o vídeo foi gravado há um ano. As informações são do UOL.