violencia trans
De acordo com a ANTRA (Associação Nacional de Travestis e Transexuais), a cada 48 horas, morre uma pessoa transexual no Brasil (Foto: Reprodução)

Na madrugada do domingo (13), uma travesti de 21 anos foi esfaqueada por um homem em Três Lagoas, município do Mato Grosso do Sul. Segundo o portal Ponta Porã Informa, a agressão aconteceu após a travesti ser chamada pelo homem para fazer programa.

O boletim de ocorrência informa que a vítima se encontraria com o agressor nas proximidades de uma área em construção. De acordo com ela, assim que chegou ao local, o homem desferiu um golpe em seu pescoço com a faca. Logo depois, saiu correndo.

Leia mais:


“Fiquei sem chão”, afirma Luísa Marilac sobre polêmica com Nego do Borel

A travesti disse não conseguir se lembrar do rosto exato do agressor, apenas que é um homem branco com estatura mediana. Ela foi socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e encaminhada ao Hospital Nossa Senhora Auxiliadora.

A faca, arma utilizada pelo agressor na ocasião, não foi encontrada pela polícia. O documento oficial informa que o órgão irá investigar a autoria do crime. O caso foi registrado na Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) de Três Lagoas como lesão corporal grave, que resulta no perigo de vida.

Veja também:

Youtuber divulga que vai “virar gay” por um mês e internet desaprova