Após comentário transfóbico, Rubens Edwald Filho perde posto na transmissão do Oscar

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Após sofrer duras críticas por fazer um comentário considerado transfóbico durante o Oscar 2018, Rubens Edwald Filho não participará como crítico oficial no TNT da cerimônia deste ano. O jornalista se envolveu em uma polêmica após se referir à atriz trans Daniela Vega como um “homem”.

De acordo com o Notícias da TV, o canal a cabo escalou Michel Arouca para assumir o posto na entrega dos melhores do cinema. O motivo para a substituição, no entanto, não foi comentado.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Na ocasião, Ewald comentou durante a transmissão que a protagonista do chileno “Uma Mulher Fantástica” era “na verdade um rapaz”. A declaração causou descontentamento nas redes sociais.

LEIA MAIS:

Com aval de Anitta, Matheus Mazzafera apresenta novo namorado

Globo aborda o “pink money” em programa sobre empreendedorismo

Diante da repercussão negativa, a TNT divulgou um comunicado por meio de sua assessoria. O texto afirma que “repudia toda ação ou manifestação preconceituosa de qualquer natureza”.

Em entrevista ao portal Terra, Rubens negou que tenha uma postura e conduta transfóbica. “Sempre lutei a favor daquilo que é certo, do indivíduo, das minorias e da liberdade de expressão. O que aconteceu em relação a atriz Daniela Vega foi, no fundo, uma confusão minha de termos técnicos, de expressão, mas nunca, em hipótese alguma, uma atitude sexista e transfóbica.”

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio