As Bahias e a Cozinha Mineira
As Bahias e a Cozinha Mineira [Foto: Divulgação]

Alguns dias depois do crime brutal que entristeceu e indignou de forma singular a população LGBT brasileira, o trio As Bahias E A Cozinha Mineira lança Das Estrelas. Ao comentarem sobre a música e o clipe, as artistas citam o caso de Quelly da Silva, a travesti que teve seu coração arrancado por um rapaz de 20 anos, logo após o agressor ter relações sexuais com ela.

A música é um grito de denúncia e resistência LGBT, voltada especialmente para a violência sofrida pelos representantes da letra T na sigla. De acordo com o Destak Jornal, o clipe é protagonizado por Renata Carvalho. A atriz é conhecida por interpretar Jesus Cristo na peça O Evangelho Segundo Jesus, Rainha do Céu, a qual foi censurada diversas vezes.

Leia mais:

Travesti é brutalmente assassinada em Barra Mansa (RJ)


Assucena, integrante do trio, comentou que “trabalhar com a Renata foi uma experiência maravilhosa”. E continuou: “Ela foi a atriz mais censurada dos últimos anos. Por isso, ela estar no clipe é muito representativo. Eles querem nos censurar, censurar nossa existência”.

Com relação ao caso de Quelly da Silva, a cantora opina que a situação vai bem além do assassinato. “O corpo social da travesti sempre é um corpo marginalizado. Seja na instância pública ou do meio privado. É difícil você ver uma travesti numa sala de estar, na recepção de um hospital. Nossos corpos e vivências são assassinadas”, afirmou.

Veja também:

Gabriela, do ‘BBB19’, arranca aplausos com versão feminista de ‘Mulheres’, de Martinho da Vila

“Isso tem uma relação com todos os assassinatos. Quelly foi assassinada porque não teve o lugar de dignidade, que é qualquer lugar. A escola, a cidade, a câmara dos deputados, que, inclusive, pela primeira vez, vai ter mais trans na bancada”, disse ela.

Assucena se refere à eleição de Érica Malunguinho (PSOL), primeira deputada trans de São Paulo. Além disso, as eleições de 2018 também tiveram Erika HiltonRobeyoncé Lima, todas do PSOL, como deputadas trans eleitas.

Em meio a tudo isso, a artista dá valor ao poder da arte. “Apesar de ser renegada pelo falso moralismo, esse é o papel da música, conscientizar. ‘Das Estrelas’ não só conscientiza, como emociona. Ela é muito poderosa”, adiantou.

A música é o primeiro single do próximo álbum de As Bahias E A Cozinha Mineira. O trio é formado por Assucena, Raquel Virginia e Rafael Acerbi. Com previsão para lançamento ainda em 2019, o disco sucede Bixa, de 2017, e Mulher, de 2015.

Assista ao clipe: