A drag queen Gloria Groove
A drag queen Gloria Groove (Foto: Divulgação)

Não se pode negar: nunca houve tantos artistas LGBT na cena musical como hoje em dia. Seja com figuras como Pabllo Vittar e Gloria Groove ou grupos como a Quebrada Queer a diversidade está representada. Por isso nasceu a necessidade da criação de uma página para divulgar e enaltecer estes artistas.

Criado por Capitão Greg, mesmo criador da conta Sociedade LGBT, o perfil no Instagram “Cantores LGBT” tem o objetivo de falar sobre os músicos que lutam pela representatividade nos seus trabalhos, apesar da divulgação escassa.

LEIA MAIS:


Em vídeo antigo, ministra Damares chama sexo lésbico de “aberração”

Paulo Gustavo se declara para o marido e dispara: “A gente vai ter um filho”

“Cantores LGBT+ surgiu da necessidade de falar sobre esses artistas, na linha de frente quando o assunto é representatividade.”,  diz a descrição da página. “Apesar das várias conquistas, temos regredido muito. Então está na hora de fortalecer quem está na frente quando se fala em representar a comunidade LGBT+.”, completa o texto.

View this post on Instagram

Olá coloridx, sejam bem-vindos!!! ➖ Criado pelo @capitaogreg, esse IG é afiliado à página @sociedade_lgbt. Como o nome já fala, Cantores LGBT+ surgiu através da necessidade de se falar sobre esses artistas que estão na linha de frente quando o assunto é representatividade na música. Eles, assim como os demais cantores, também se dedicam, fazem planejamentos, reuniões às vezes desgastantes, criam estratégias, se desafiam, fazem parcerias, escutam muitos "NÃO's", sofrem preconceito, passam noites sem dormir, às vezes fazem sucesso ou flopam, alguns até desistem por falta de incentivo, e muitas vezes nós não valorizamos o trabalho e o sonho desses grandes guerreiros que dão voz a uma comunidade que é tão ameaçada sem nenhum motivo além do seu ser. Existem muitos cantores que se aproveitam da comunidade LGBT+ para ganhar público e vender seu produto, porém, não fazem nada pela causa, apenas quando lhes convém. E de que adianta reclamar tanto do 'pinkmoney', mas continuar consumindo o produto desses artistas e desvalorizar o trabalho daqueles que realmente se importam com a causa e lutam por ela? De nada adianta, mas a mudança só acontecerá quando passarmos a valorizar, admirar e respeitar o trabalho dos cantores LGBT+, pois são eles que estão nos dando voz. Apesar das várias conquistas, temos regredido muito. Então está na hora de darmos as mãos e fortalecer quem está na frente quando se fala em representar a comunidade LGBT+ em cima dos palcos, na TV e afins. Se você é um cantor LGBT+ ou não, se você deseja conhecer cantores LGBT+ para ouvir ou se você só quer apoiar, aqui é o lugar certo pra você, siga @cantoreslgbt. ➖ Ainda tem muito trabalho a ser feito, precisamos fortalecer quem leva a representatividade através de seu trabalho. ?️‍??️‍??️‍? #SociedadeLgbt #CapitãoGreg

A post shared by Cantores LGBT+ (@cantoreslgbt) on