Humberto Martins
Humberto Martins em Verão 90 (Foto: Divulgação/TV Globo)

Humberto Martins comentou a demissão de José Mayer da Globo, após uma acusação de assédio. Durante a coletiva de imprensa de Verão 90, próxima novela das 19h, ele acredita que a punição aplicada ao colega foi excessiva.

“Nunca fomos amigos, trabalhamos em algumas produções, mas eu vejo sempre pelo lado do humano. Acho que ele não merecia essa retaliação. Errou? Errou, mas quem somos nós para julgar o outro? Estou falando por mim. Muitas vezes as pessoas julgam e até condenam sem saber direito o que aconteceu e ninguém sabe o que realmente aconteceu. Sabem? Eu só sei de uma coisa: esse mundo é muito perverso” afirmou.

LEIA MAIS:


Com bumbum empinado, Pabllo Vittar posta foto de biquíni e acende a temperatura nas redes sociais

“Tudo já pegaram mulher”, diz Hariany sobre sisters do BBB 19

Apesar de discordar do afastamento, o ator concordou que casos como este devem ser denunciados. “Assédio, discriminação, preconceito, falta de respeito, todo mundo tem o direito e o dever de denunciar. Tudo isso é muito louco, tudo isso faz muito mal”, disse. As informações são do UOL.

Humberto ainda completou: “Eu acho que as pessoas precisam falar mais em Deus ou Jeová ou Oxalá seja qual for a religião. Ninguém mais fala em Deus. Quando você fala para uma pessoa: ‘Vai com Deus’, ela te olha com desconfiança. Parece coisa do outro mundo e isso é o fim.”