A cantora Li Martins
A cantora Li Martins (Foto: Reprodução/Twitter)

Li Martins não conteve a emoção ao falar sobre o fim do Rouge em uma live em seu Instagram. A cantora foi às lágrimas ao explicar o motivo que as fizeram parar após o retorno no ano passado.

Durante a transmissão, ela reforçou que a pausa foi uma decisão em comum acordo pelas cinco, por uma questão mercadológica. “Queria só dizer para vocês que entendo perfeitamente a frustração e a tristeza de vocês. Eu compartilho dessa tristeza e dessa frustração também. Só queria que vocês soubessem que não foi fácil e não está sendo fácil para nenhuma de nós”, afirmou.

“Mas enfim, nós somos um grupo, nós somos cinco mulheres e tem que estar bom pra todo mundo. Se não tá bom pra todo mundo, não vai fazer bem pra todo mundo. Postei aquele vídeo da gente na casa da Aline só para reforçar o quanto a gente se ama. E que foi muito maravilhoso esse ano que a gente comemorou 15 anos com vocês”, continuou.


LEIA MAIS:

VH1 divulga a lista das participantes da nova temporada de RuPaul’s Drag Race; Confira

Lady Gaga está entre os apresentadores do SAG Awards 2019

Agenda e ritmo do mercado

Li garantiu que o encerramento das atividades da girlband não “é culpa de ninguém” e pediu a compreensão dos fãs. A artista disse que era cada vez mais difícil conciliar as agendas.  Além disso, não estavam conseguindo acompanhar o ritmo atual do mercado. “Eu vejo que vocês ficam se perguntando de quem é a culpa. Não é culpa de ninguém. A gente conversou, analisou, a gente tem que fazer conta, olhar números, e chegamos à conclusão de que nesse momento o melhor a fazer era realmente dar uma pausa pra entender melhor tudo isso que estava acontecendo, porque foi muita novidade.O mercado mudou, nosso público mudou, vocês cresceram, mas a gente preparou um presente muito lindo pra vocês, com todo nosso amor”, afirmou em referência ao álbum novo e ao projeto acústico “Rouge Sessions”.

Ao falar da difícil missão de deixar a filha de 01 ano e sete meses em casa para trabalhar, Li não conteve a emoção. “Poucos de vocês tem filhos e não devem imaginar como é deixar um filho em casa. Isso é por muito amor e gratidão, muito respeito por vocês. São sacrifícios que a gente fez, que a gente se orgulha muito.”, justificou.