Gillet campanha masculinidade tóxica
Gillet campanha masculinidade tóxica (Foto: Reprodução)

A Gillette divulgou recentemente uma nova campanha que está dividindo opiniões nas redes sociais. Intitulada “We Belive”(“Nós acreditamos”, em livre tradução), a nova ação publicitária condena as atitudes machistas praticadas por homens cotidianamente.

O vídeo mostra garotos tendo atitudes discriminatórias como praticar bullying com colegas da escola, brigando entre si e sendo homofóbico usando xingamentos com a sexualidade e também realizando assédio contra mulheres.

LEIA MAIS:


Aos 81 anos, Jane Fonda comenta sobre uso de vibradores: “Pode ser complicado”

Em esquete do Tá No Ar, Adnet imita Bolsonaro e ironiza kit gay

Através do slogan “O Melhor Homem que Você Pode Ser”, a campanha propõe a quebra do
machismo e valorização de atitudes. A peça espera conscientizar o público para a o fim do
ambiente tóxico ao qual a definição de masculinidade submete os garotos.

A ação, entretanto, não foi bem aceita por muitos internautas que acabaram criticando a marca que acreditam que a masculinidade não deve ser desconstruída. Nas redes sociais, grupos detonaram a Gillette e organizam até um boicote por não concordarem com a ação proposta.