Marcelo Adnet ironiza Bolsonaro em versão de Chaves no Tá no Ar
Marcelo Adnet ironiza Bolsonaro em versão de Chaves no Tá no Ar (Foto: Reprodução/TV Globo)

O Tá No Ar contou com uma esquete na qual fez uma crítica direta aos ideais do presidente da república Jair Bolsonaro. O momento foi ao ar na estreia da nova temporada, nesta terça-feira (15). Marcelo Adnet usou o bom humor para fazer duras críticas ao posicionamento do político.

Em uma sátira ao seriado mexicano Chaves, que na atração virou a “Vila Militar do Chaves”. O humorista apareceu no cenário junto com os personagens mais famosos do programa exibido no SBT e mais recentemente pelo Multishow.

Assim que apareceu, Chiquinha soltou um “Ele Não”, em clara referência a campanha contra a candidatura do representante do PSL. Apesar de não ser citado nominalmente, Marcelo imita sua forma de falar e trejeitos, que logo denunciam o ex-deputado federal.


LEIA MAIS:

Globo anuncia saída de José Mayer após afastamento por denúncia de assédio

Tokinho anuncia novo namorado após um mês de término

“É isso mesmo. Eu sou o novo dono dessa vila. Depois de anos de má incompetência e má administração, eu vim resolver essa questão”, diz. Ainda no trecho, o militar chama Chaves, Professor Girafales e Seu Madruga de “vagabundos”, por serem morador de rua, professor e desempregado, respectivamente.

Além disso, ele fez uma alusão ao kit gay ao julgar o jeito de Quico. “É isso aí! Eu sou o novo dono dessa vila, Jair. Depois de anos de incompetência e má administração, eu vim resolver essa ‘cuestão’”, disse. “Essa geração pi-pi-pi, mi-mi-mi dos ‘vermelhos’. Você chorar, Chiquinha, eu até entendo, porque o seu pai deu uma fraquejada. Agora você, Chaves, é homem, e homem não chora”, disparou.