casal de pinguins gays
Agora com três meses, Sphengic é criado por Sphen e Magic (Foto: Reprodução/Facebook)

A raça humana está longe de ser a única a manifestar a homoafetividade, e exemplo disso é Sphen e Magic, um casal de pinguins gays. Os dois conheceram-se no aquário Sea Life, de Sidney, na Austrália. Desde seu encontro, os dois são inseparáveis. Agora, eles resolveram tomar conta de um pequeno pinguim, nascido de um ovo abandonado por um casal heterossexual.

De acordo com o site Observador, os profissionais do aquário perceberam o comportamento do casal na época do acasalamento. Enquanto os outros acasalavam, Sphen e Magic nadavam, cantavam e caminhavam juntos. Sendo assim, os dois formam o primeiro casal de pinguins gays de Sea Life.

Leia mais:

‘The Bi Life’, reality show com bissexuais será estreado no E! Entertainment


Os biólogos prestaram especial atenção aos dois quando eles criaram um ninho e começaram a aquecê-lo. Isso acontece quando o pinguim está à espera de um ovo. Para ver até onde iriam, os funcionários resolveram deixar um ovo no suposto ninho.

A cria nasceu em outubro de 2018 e foi batizada de Sphengic. “A família está feliz e tem recebido visitas todos os dias”, contam funcionários do aquário na conta oficial de Facebook. A história ficou conhecida, principalmente, por ter sido retratada nesta semana pelo The New York Times.

casal de pinguins gays
Perfil do aquário ‘Sea Life’ no Facebook anuncia chegada de Sphengic (Foto: Reprodução)
Veja também:

Gracyanne Barbosa e irmã “quebram a internet” em foto de bumbum

O mais jovem do casal, Magic, relutou em querer cuidar da cria. “Nos primeiros dias, ele começou a evitar os trabalhos paternais, como se dissesse: alimente a cria hoje, que eu vou nadar”, explica Tish Hannan, supervisora dos pinguins. No entanto, a família já se adaptou e agora Sphengic é alimentado e bem mimado pelos pais.

Os dois são pinguins Getoo, uma espécie também conhecida por Papúa, e fazem parte de uma colónia de 33 animais.