Padre Beto foi excomungado por defender casamento gay
Padre Beto foi excomungado por defender casamento gay (Foto: Arquivo Pessoal)

Cinco anos e meio após a excomunhão pela Igreja Católica, Roberto Francisco Daniel, o Padre Beto, revela os bastidores da excomunhão e a sua trajetória “rebelde” no livro Padre Beto – A História do Excomungado no Século 21.

O lançamento foi escrito pela jornalista Cristina Camargo e lançado pela Coleção Bíos da Chiado Books. Na obra, episódios de intrigas e disputas, superação, melindres causados pelo destaque que conquistou na igreja são relatados. O caso de um ex-seminarista que abandonou a vida religiosa após um caso de assédio sexual não punido também faz parte do texto.

Padre Beto X Igreja

O excomungado briga na Justiça para reverter à medida que o excluiu da comunidade religiosa que frequentava desde a infância. “Ele revela alguns episódios espinhosos do catolicismo”, diz a autora do livro de memórias. “Conta também como foi complicado encontrar no Brasil uma igreja conservadora e rancorosa, após os dez anos de estudos na Alemanha”.


A igreja que inspirou Padre Beto na juventude era progressista e voltada para a atuação social. Após terminar a especialização em Munique, ele voltou com a intenção de contribuir para a modernização do catolicismo. Entretanto o religioso enfrentou inúmeras barreiras até ser expulso.

Repercussão

O caso ganhou repercussão internacional e levou Padre Beto a transformar-se em uma personalidade midiática. Ele virou manchete na mídia, deu entrevistas a programas de TV e foi convidado por partidos políticos a disputar eleições.

A jornalista considerou interessante contar a história completa de Beto por meio do livro de memórias. Os 12 capítulos foram escritos após longas rodadas de entrevistas com o religioso e pesquisas.

“Somos capazes sempre de ir além de nossos limites. É importante entender que a gente não sabe, por exemplo, sobre o investimento que a Igreja Católica fez na formação européia de Padre Beto quando ele era um jovem e promissor líder religioso”, afirma a autora.

Para Padre Beto, é importante contar em detalhes sua história para que as pessoas “entendam que não importam os obstáculos encontrado liberdade é fundamental para o ser humano”, ele diz.

Hoje, Padre Beto celebra missas na igreja sem doutrinas que fundou a Humanidade Livre, e é convidado para realizar casamentos alternativos em todo o país.

Serviço:

Preço: R$ 33,00 (96 páginas) e R$ 9,00 (e-book)

Autora: Cristina Camargo

Editora: Chiado Books