Polícia do Rio prende suspeito de envolvimento na morte de Marielle Franco

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Policiais do 82º DP, em Maricá (RJ), prenderam R. N. S., na manhã desta terça-feira (18). De acordo com o G1, a Delegacia de Homicídios investiga se Renatinho Problema, codinome do miliciano, estava no carro que levava o assassino da vereadora Marielle Franco e seu motorista, Anderson Gomes.

Com dois mandados de prisão contra si, Renatinho Problema foi preso na Baixada Fluminense. Ele é acusado de fazer parte da milícia de O. C., que, segundo delação, é ligado à morte de Marielle Franco. Orlando está preso e alega ter sido forçado a assumir a autoria do crime.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Veja também:

STF adia para fevereiro julgamento sobre criminalização da homofobia

“Freddie Mercury só foi foda desse jeito por ser gay”, dispara Danilo Gentili

O ex-policial militar B. N. de O., codinome Monstro, acompanhava Renatinho no momento da prisão. O ex-PM foi preso ao mesmo tempo, em flagrante por porte ilegal de arma.

A princípio, a delegada Carla Tavares afirmou que a participação de Renatinho e Monstro serão investigadas pela DH.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio