Casais LGBTs
Casais LGBTs antecipam casamento em Teresina (PI) (Foto: Lucas Marreiros/G1/Reprodução)

Temendo que o direito ao casamento seja perdido a partir de 2019, oito casais LGBTs participaram de cerimônia coletiva em Teresina, no Piauí, nesta quarta-feira (12). De acordo com o G1, a organização do casamento coletivo foi feita pela ONG Matizes.

Marinalva Santana, coordenadora da ONG, informou que a demanda por orientações acerca da oficialização da união aumentou após as eleições deste ano. Realizar o casamento com os oito casais reafirmou, segundo ela, o direito conquistado há pouco mais de sete anos.

“É uma reafirmação da importância do direito, de a gente viver nosso amor sem medo e sem culpa. Foi um direito conquistado em 2011, com decisão do STF e garantido em 2013 pelo CNJ. Mas que agora, com o novo governo, isso esteja sob ameaça”, considerou Marinalva.


Leia mais:

Ratinho critica eleição de Pabllo Vittar entre as “Mulheres mais sexy do Brasil”: “Não vou aceitar mulher com saco”

“É uma conquista” diz Nany People sobre interpretar transexual em novela

Presidente da cerimônia, o juiz Rodrigo Alaggio Ribeiro afirmou que a procura de casais homoafetivos pelo registro civil da união cresceu. “Esse final de ano houve um aumento, está maravilhoso, o povo está casando muito. O amor está em alta. Aumentou e as pessoas estão vindo com mais aceitação, com a família e os amigos”, contou.