hrw
LGBTs na Rússia (Foto: Dmitry Belyakov / Reprodução)

A lei contra ‘propaganda gay’ na Rússia gera impacto negativo em crianças, especialmente a juventude LGBT. É o que diz o relatório da organização não-governamental norte-americana Human Rights Watch (WHR), divulgado na última terça-feira (11).

O relatório é intitulado originalmente de No Support: Russia’s ‘Gay Propaganda’ Law Imperils LGBT Youth. No decorrer das 92 páginas, documentos comprovam as formas que a lei prejudica crianças LGBT.

De acordo com o dnoticias.pt, a ONG adquiriu os dados por meio de entrevistas com jovens LGBT e profissionais de saúde mental da Rússia.


A consultora de direitos das crianças na WHR explica que o problema é negar informação vital a essas crianças.

“Além da intensa hostilidade social que rodeia LGBTs na Rússia, a lei impede profissionais de saúde mental de aconselharem as crianças”, acrescentou Michael Garcia Bochenek. Em suma, o problema é quando crianças “se questionam sobre a orientação sexual e a identidade de gênero”.

Veja também:

Karol Conka e Daniela Mercury estrelam clipe sobre direitos humanos

“Mulheres trans podem ser o que quiserem” afirma candidata ao Miss Universo

Formalmente, a lei se propõe a “proteger as crianças de informação que promova a negação dos valores familiares tradicionais”. Contudo, a lei contra ‘propaganda gay’ fere a humanidade de pessoas que não seguem o tradicionalismo almejado pela política russa.