Hannah Mouncey
Hannah Mouncey poderá ser a primeira transexual a disputar o Mundial de Handebol feminino (Foto: Reprodução/Twitter)

Este nome merece ser guardado: Hannah Mouncey. A australiana será, provavelmente, a primeira transexual a participar do Mundial de Handebol feminino. A competição acontece no Japão, em novembro de 2019, e pode entrar com menção honrosa à história do Handebol.

De acordo com o Gay1, Hannah Mouncey começou sua transição três anos atrás. Este ano, a atleta recebeu autorização da Federação Internacional de Handebol (IHF) para participar da competição usando o gênero com o qual se identifica. A estreia da atleta aconteceu em dezembro de 2018, no campeonato asiático.

Hannah fez parte do time que fez a Austrália conquistar o quinto lugar, garantindo uma vaga em Tóquio 2019. Antes disso, a jogadora jogou na seleção masculina do país 22 vezes. Chegou a disputar, inclusive, o Mundial masculino de 2013, que aconteceu na Espanha.


Leia também:

Baco Exu do Blues fala sobre sua sexualidade e relação com Pabllo Vittar

“Impossível ter diálogo” declara organização lésbica, sobre encontro de LGBTs com Damares Alves

Nas palavras dela

Em texto no site Players Voice, Hannah conta um pouco sobre como lidou com todo o processo. “Raramente é uma decisão consciente tornar-se hiper-masculina para cobrir as inseguranças borbulhando dentro de você. Era uma coisa subconsciente, uma maneira de me proteger, não apenas dos outros, mas meus próprios sentimentos de não ser bom o suficiente, de não ser o que me disseram que eu deveria ser. Passei por cima da minha agressão na quadra e tentei o máximo que pude para ser um dos garotos, o que foi um fracasso sombrio, e sempre tive que ser o melhor a levantar no ginásio”.

“Eu joguei e ignorei meus problemas de gênero por muito tempo e, para ser franca, eu estava uma bagunça. Eu não tinha lidado com os problemas do jeito que deveria e fiquei apavorada com o que estava por vir. Mas estou orgulhosa do que conquistamos”, completou.