O boxeador mexicano Dario Larralde
O boxeador mexicano Dario Larralde (Foto: Reprodução/Instagram)

O boxeador Dario Larralde publicou um vídeo no Twitter, para pedir desculpas por uma declaração que disse “que gays são uma praga”. Além disso, o mexicano manifestou apoio ao líder nazista Hitler.

“Gostaria de me desculpar sinceramente. Não tenho nada contra lésbicas, nada contra trans e nada contra gays.Não odeio gays. Não sou homofóbico neste sentido e tudo que eu disse foi péssimo.”, afirmou.

Dario ainda completou acrescentando que se incomoda com o assédio que sofre de outros homens gays. “É algo que não tolero e me aborrece. Gostaria de pedir desculpas sinceras e dizer que fico feliz que hoje vocês sejam mais aceitos pela sociedade”, declarou.


LEIA MAIS:

Após explicar mudança de sexo de personagem, roteirista de “Cavaleiros” exclui o Twitter

Após confirmar Pabllo Vittar no júri de RuPaul’s Drag Race, site apaga informações

No vídeo que ganhou uma repercussão negativa nas redes sociais, Dario afirmava: “F*dam-se os gays! Tenho homofobia sim! Todo lugar que eu vou agora tem gays, toda esquina algum gay?! E eu odeio!! Por que olham pra mim? Parece que tenho magnetismo com gays!” Ainda na publicação, segundo a Instinct, o atleta teria dito: “Sei que Hitler era um cara ruim, mas nisso eu apoiaria ele!”.

O comitê olímpico Mexicano se pronunciou sobre o caso, alegando que “repudia casos de homofobia e os comentários de Dario Larralde, que não faz parte da seleção nacional de boxe.”