victório galli
O deputado federal Victório Galli (Foto: Câmara dos Deputados/Reprodução)

O deputado federal Victório Galli (PSL-MT) pede apoio do Congresso Nacional para impedir a realização da 4ª Conferência Nacional de Políticas Públicas de Direitos Humanos de LGBTs. Ele é autor de um projeto com o objetivo de sustar os efeitos do Decreto 9.453/18, que prevê o evento.

De acordo com o Destak, o deputado pede urgência no texto do projeto. “Não dá para brincarmos com a nação brasileira . É mister que este parlamento casse urgentemente esse Decreto oportunista”, escreveu o parlamentar. O deputado é do mesmo partido do presidente eleito, Jair Bolsonaro.

Leia também:


Lei contra ‘propaganda gay’ na Rússia afeta crianças, diz relatório

Galli acredita fielmente que o evento é uma “afronta” à sociedade. “Rogo aos pares desta Casa, para que possamos nos unir contra essa afronta legal aos bons costumes de uma sociedade justa e moralmente civilizada”, concluiu.

Veja mais:

Pastora surpreende ao falar que é assumidamente lésbica

O Decreto que aborda a realização da Conferência prevê recepcionar, ao mesmo tempo, 1000 delegados para discutir e analisar as políticas públicas do setor.

Com o tema “A Garantia do Direito à Diversidade Sexual e de Gênero para a Conquista da Democracia”, o evento deve ser realizado em Brasília, no mês de novembro de 2019.