Ambiente de trabalho
Ambiente de trabalho (Foto: Reprodução/Internet)

Uma pesquisa realizada Society for Human Resource Management revelou que cerca de 10% das empresas nos Estados Unidos passaram a pagar pela cirurgia de redesignação sexual. Medidas como esta faz parte de um crescimento do número de companhias que apostam na melhoria da cobertura para seus funcionários trans.

Uma dessas empresas é a Massachusetts Mutual Life Insurance Company que cobre o procedimento desde 2014. Agora, a companhia também está acrescentando subsídios para procedimentos estéticos como eletrólise e mastectomia.

LEIA MAIS:


Atriz trans aparece de calcinha e sutiã em “O Sétimo Guardião”

Thammy Miranda revela que já foi traído: “A pessoa estava na minha cama”

A Dra. Claudia Coplein, chefe do departamento de medicina e bem-estar da MassMutual explicou a importância da iniciativa. “Nosso objetivo era garantir que nossa estratégia de benefícios fosse inclusiva”, disse ao UOL. “Nossa definição de inclusão realmente evoluiu à medida que a sociedade evoluiu”, completou.

Os benefícios passaram a ser oferecidos como forma de atrair e reter trabalhadores. E, por isso, a cobertura por funcionários trans também está se tornando mais comum.