Papa Francisco
Papa Francisco (Foto: Reprodução/Instagram)

O papa Francisco deu mais uma declaração controversa ao afirmar que a homossexualidade não cabe aqueles que desejam servir a Deus. A posição foi exposta no livro La Fuerza de la Vocación, de Fernando Prado, lançado nesta segunda-feira (03). As informações são do Deutsche Welle.

“Na nossa sociedade, até parece que a homossexualidade está na moda. Essa mentalidade influencia de certa forma também a Igreja”, disse o religioso.

LEIA MAIS:


Estudante quebra três costelas em ataque lesbofóbico nos EUA

Anitta e Greeicy reproduzem cenas quentes em show na Colômbia

O pontífice completou que a prática da homossexualidade é alvo de preocupação no clero. Além disso, acredita que não deveriam ser aceitos gays nos seminários. “Na vida consagrada e na vida sacerdotal, não há lugar para esse tipo de afeição”, disparou.

O livro, escrito em três línguas diferentes, traz declarações do papa ao autor nas quais discute na maior parte o seu chamado para o serviço religioso. Apesar da prática ser rejeitada pela igreja, o Papa já se posicionou contra a discriminação a LGBTs em outras oportunidades.