Gretchen e Thammy Miranda
Gretchen e Thammy Miranda (Foto: Thiago Duran/Ag News)

Gretchen Miranda falou sobre o processo de descoberta e aceitação de seu filho, Thammy Miranda, que é transexual. A cantora participou de uma matéria no Estadão que conta histórias de aprendizado na relação mãe e filho/filha transexual.

No depoimento, Gretchen conta que nem sempre foi um mar de rosas. “O começo foi difícil, como é para todos os pais. O processo de descoberta foi complicado, principalmente para uma mãe que conviveu com uma menina extremamente sensual como o Thammy foi. Mas acabou se tornando um aprendizado conjunto”, comentou.

A confusão que passava na cabeça de Thammy fez com que sua reação não agradasse muito a mãe. “O grande problema entre nós foi mais o que não conversamos. Ela não me contou, fui eu que descobri. Sempre que eu perguntava, ela negava e dizia que era coisa da minha cabeça, que eu estava inventando. Então, o que me machucou mais foi a omissão, porque eu, com minha experiência de mãe, já sabia que algo estava acontecendo”, explicou.


Leia também:

Convertido, Ronaldo Ésper afirma que “era” gay por causa de uma maldição: “Não gostava”

Homem exibe pênis gigante inflável durante link ao vivo na Globo

Como lidar?

Gretchen afirma que a solução é muito amor e carinho. “Qualquer homossexual, trans ou pessoa LGBTQI+ precisa, em primeiro lugar, do carinho de mãe. Aquele carinho que você sentiu desde o primeiro momento da gestação, antes de saber se era menino ou menina. É esse amor incondicional que você tinha pelo bebê ainda na sua barriga”.

Além disso, a cantora dá uma dica para mães que passam pela mesma situação pela qual ela já passou. “Não demorem! Não demorem para perceber e, depois disso, chamem o filho ou a filha para conversar. Sejam sinceros e sejam abertos, por mais dolorido que possa ser”, afirmou.

Por fim, Gretchen se mostra satisfeita com a relação que leva com Thammy. “Eu sou muito feliz com o meu filho trans. Considero um presente”.