Casamento Coletivo LGBT
Casamento Coletivo LGBT em Recife aconteceu nesta quarta-feira (19) (Foto: Aldo Carneiro/Reprodução)

A união de 46 casais emocionou centenas de pessoas em casamento coletivo LGBT que aconteceu no Recife, nesta quarta-feira (19). De acordo com o G1, o evento foi oficializado por um juiz e contou com o apoio de uma rede de voluntários.

A organização foi promovida por um grupo de pessoas que se reuniu, voluntariamente, para garantir itens do casamento. Tais como o bolo, a música e a fotografia.

A solidariedade surgiu, como em outros lugares do Brasil, do receio que a comunidade LGBT perca direitos a partir de 2019. Essa é uma ameaça que parte das propostas de governo do presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL).


Casamento coletivo LGBT
Avó de 90 anos prestigia o casamento do neto Danilo – à esquerda, com Múcio – à direita (Foto: Pedro Alves/Reprodução)

O casamento coletivo teve produção dos coletivos Mães pela Diversidade e Espaço Acolher. Além disso, a Defensoria Pública contribuiu com um mutirão de emissão de ofícios que garantiam a gratuidade nos cartórios.

Veja também:

SP: Refugiados e migrantes LGBT participam de oficina promovida pela ONU

Cuba recua em mudança na Constituição que legalizaria o casamento LGBT

“A mobilização veio a partir da demanda da sociedade civil. Para que haja o casamento existe um procedimento para habilitação do casal. Nós organizamos para que as certidões ficassem prontas conjuntamente, para que o casamento coletivo pudesse ser possível”, explicou Henrique da Fonte, um dos defensores públicos envolvidos.