iPhone 8 e 8 Plus vermelho para o combate ao HIV/Aids
iPhone 8 e 8 Plus vermelho para o combate ao HIV/Aids (Foto: Divulgação)

A Apple anunciou neste fim de semana que conseguiu arrecadar a marca de US$ 200 milhões doados à Red. A Organização – fundada pelo vocalista do U2, Bono Vox e o ativista e jornalista Bobby Shriver -, angaria fundos no combate do HIV/AIDS na África.

O número é um recorde comparado aos anos anteriores. A renda é revertida a partir das vendas de produtos da marca lançados na cor vermelha. No texto publicado no site da empresa, os profissionais de saúde que se dedicam ao combate da epidemia no continente africano foram lembrados. O trabalho acontece em países como África do Sul, Gana, Lesoto, Quênia, Ruanda, Suazilândia, Tanzânia e Zâmbia.

O presidente da Apple Tim Cook também cumprimentou os envolvidos no projeto em seu perfil no Twitter. 17,5 milhões estão em tratamento contra o HIV/Aids, a partir do acesso facilitado pelo Fundo Global.


LEIA MAIS:

Starbucks anuncia bloqueio de acessos a pornô em suas lojas

Participante gay do MasterChef México acusa produção do reality de censura

Apenas 4,8% dos adultos no Quênia eram HIV positivos em 2017. Um avanço em comparação ao levantamento feito ano de 2000, no qual este número beirava aos 9,3%.

A Apple ainda pretende seguir com o logotipo da fachada de algumas das suas lojas iluminada em vermelho. A campanha vai até o dia 07 de dezembro. Durante a ação, US$ 1 de cada transação realizada através do Apple Pay nas lojas físicas, também será doado ao Fundo Global.