homodriver
Homodriver (Foto: Reprodução)

A comunidade LGBT+ de Belo Horizonte (MG) ganhou um aplicativo de transportes exclusivo nesta segunda-feira (17). De acordo com o G1, o app se chama Homo Driver e conecta motoristas a passageiros em busca de um transporte privado.

O sócio-proprietário da startup que criou o app, Thiago Villas-Boas, falou sobre a quantidade de downloads já feitos. Segundo ele, em menos de 24 horas, cerca de mil pessoas baixaram o Homo Driver, entre passageiros e motoristas.

De acordo com Thiago, a ideia surgiu a partir de observações acerca de melhorias dos transportes urbanos e transportes no geral para LGBTs. “Alguns pilares de melhorias sociais precisam ser feitos e desenvolver um aplicativo para essa comunidade traz mais segurança e empatia”, declarou o empresário.


Ainda segundo ele, o projeto começou a ser a realizado em janeiro de 2018. A princípio, foram desenvolvidos planos de negócios e pesquisas do mercado LGBT. Foram investidos, primeiramente, R$ 200 mil na criação tecnológica. No entanto, com o lançamento e as campanhas de publicitárias o valor subiu para R$ 500 mil.

Leia também:

Namorado de ex-atleta olímpico emociona com pedido de casamento surpresa

Trisais bissexuais com dois homens são mais comuns, revela pesquisa

Expansão e oportunidade

Thiago Villas-Boas informa, também, que o app será estendido para as principais capitais brasileiras em 2019. Em seis meses, ele pretende chegar a 10 mil downloads.

“A gente sabe das dificuldades que os travestis e os transgêneros têm em conseguir emprego. O mais legal é a parte social, poder mudar na prática a vida da comunidade LGBT. Não se trata de segregação. É a personalização de um mercado porque existe uma parte excluída. É uma sementinha lançada para a mudança, para a aceitação da comunidade LGBT”, defendeu.

Até então, o Homo Driver pode ser baixado pelo sistema Android. Por iOS, apenas a partir de segunda-feira (24).