marcella maia
A modelo, atriz e escritora Marcella Maia (Foto: Reprodução/Instagram)

Marcella Maia não mede esforços para compor seus dias e seu trabalho com a arte. A transexual é atuante como modelo, atriz nos palcos e nas telonas e, agora, também é escritora. Além disso, a vida da talentosa virou uma série de TV – ainda sem data de estreia.

De acordo com a Gente IG, a carreira de modelo de Marcella começou com a contratação por uma agência. Com seu crescimento, chegou a trabalhar para marcas de grande renome. Dentre elas, está a famosa Versace.

Como atriz, Marcella Maia já fez participação no icônico longa de ‘Mulher-Maravilha’. Em entrevista, ela conta que deu vida a uma das amazonas, criaturas mitológicas guerreiras.


Veja mais:

Cher volta a se posicionar contra o governo do presidente dos EUA, Donald Trump

“Eu nem estava acreditando que estava ali fazendo uma guerreira em um filme que só tinha mulheres maravilhosas. Apesar de terem cortado minha fala (por causa do inglês), a estrada do artista está em constante aprendizado e os dias que trabalhei ali foi o começo de um sonho”, comentou.

A trilogia

Com uma trajetória que começou sendo malabarista, Marcella tem muito a contar e contribuir. Desde cedo, a artista soube estar no corpo errado. Começou a trabalhar aos 12 anos e, com 20, conseguiu realizar a cirurgia de redesignação no sexo. No entanto, ela acredita que esse fator não foi determinante em sua identidade.

“Sempre fui mulher, desde que eu nasci e me entendo por gente, não é uma cirurgia nem qualquer outra coisa (procedimento ou adereços) que me farão mais ou menos mulher”, afirmou.

Leia também:

Pabllo Vittar lança EP de remixes do álbum ‘Não Para Não’

Agora, com 26 anos, Marcella Maia contará sua história em uma trilogia que tratará da transexualidade e militância. “Acredito que seremos uma grande nação quando o ser humano olhar com empatia para o outro. O livro é um grande manual para pessoas trans e para aquelas que sempre se perguntaram: ‘como é a vida daquela pessoa?'”, destacou.

“Falar sobre esse tema é fácil, é meu corpo. Meu corpo em si é uma militância, é só colocar no papel minhas experiências de ter chegado até aqui e explicar como foi difícil”, destaca a artista. Segundo ela, apesar da intenção de levar boas energias a outras pessoas, a dificuldade da realidade não ficará de fora.

A trilogia está com lançamento previsto para 2019.