Direitos LGBT na África do Sul
Direitos LGBT na África do Sul (Foto: Reprodução/Internet)

O parlamento da África do Sul aprovou uma emenda que estabelece a proibição de recusar o casamento homoafetivo no país.

A decisão foi votada através da proposta do grupo político Cope (Congress of The People Party). A emenda na lei foi introduzida em janeiro, mas teve o seu pedido analisado só em novembro. Agora, não será mais possível negar a união de pessoas do mesmo sexo, baseado em convicções políticas, pessoais ou religiosas.

LEIA MAIS:


Drag queen conquista 10 em TCC sobre Ru Paul’s Drag Race

Escócia deve disponibilizar opção de terceiro gênero em documentos oficiais

Agora, a medida será enviada pelo presidente Cyril Ramaphosa para sancionar a lei. A união homoafetiva no país é reconhecida desde 2006.