Tinder
Tinder [Foto: Reprodução/Instagram]

O aplicativo Tinder acaba de lançar uma versão atualizada na Índia, que traz 23 opções de gênero para serem escolhidos pelo usuário. A iniciativa surgiu da preocupação de cada vez mais abraçar todas os membros da diversidade.

Os usuários do app de paquera também podem escolher quais destes gêneros elencados podem buscar. As mudanças acontecem após a reivindicação de membros da comunidade transgênero não binárias, hijra e kothi (identidade cultural indiana que se refere aos gêneros a partir das hierarquias).

LEIA MAIS:


Ezra Miller posa com visual de coelhinho para a Playboy

Pabllo Vittar surpreende pela beleza em selfie e é comparada a boneca Barbie

Apesar do número ser considerado elevado, em outras regiões do Reino Unido e Estados Unidos, as opções dos usuários chegam a trazer 37 opções de gênero. “A partir de agora, você pode se expressar livremente e ser você mesmo no Tinder não importa como se identifique”, escreveu o Tinder no comunicado de lançamento.

Confira a lista completa:

  1. Agênero: Alguém que não se identifica com nenhum gênero.
  2. Andrógino: Um gênero cuja aparência mistura aspectos femininos e masculinos.
  3. Bigênero: Alguém que vive em dois gêneros, simultâneamente ou um de cada vez.
  4. Gênero Fluido: Uma pessoa que recusa o binarismo masculino/feminino. Pode se sentir mais homem um dia, mais mulher no outro, ou mesmo nenhum dos dois outros dias.
  5. Gênero não-conforme: a pessoa não considera que se encaixa nas regras típicas de masculino ou feminino.
  6. Gender questioning: Uma pessoa que ainda está em busca de sua identidade, a explorando.
  7. Genderqueer: Um genderqueer pode, por exemplo, expressar uma combinação de masculino e feminino, ou nenhuma. É diferente do gênero fluido, uma vez que a pessoa não costuma trocar seu gênero de acordo com o dia.
  8. Não-binário: uma pessoa que rejeita o binarismo homem/mulher. Seu gênero pode ser uma combinação de ambos ou nenhum.
  9. FTM (Female to Male): Uma pessoa que nasceu do sexo biológico feminino mas transicionou ao masculino.
  10. MTF (Male to Female): Uma pessoa que nasceu do sexo biológico masculino e transicionou ao feminino.
  11. Outros: pessoas cujo gênero que se identifica não está listado em nenhuma categoria disponível.
  12. Pangênero: Alguém que se identifica tendo múltiplos gêneros ou todos.
  13. Trans: Transgênero é um guarda-chuva que abriga todas as transições de gênero. Uma categoria que engloba travestis, mulheres trans, homens trans, etc.
  14. Homem Trans: Uma pessoa que nasceu do sexo biológico feminino mas se identifica como homem.
  15. Pessoa trans: Uma pessoa que se identifica no gênero oposto ao que foi designado ao nascer conforme seu sexo biológico.
  16. Mulher Trans: Nasceu do sexo biológico masculino mas se identifica como mulher.
  17. Transfeminino: Um termo que identifica pessoas que nasceram do sexo biológico masculino, que podem ter maior identificação e características correspondentes ao  feminino, mas não se identificam como mulheres trans.
  18. Transgênero: Uma pessoa cujo gênero ao nascer foi designado o oposto do sexo biológico.
  19. Transmasculino: Nasceu biologicamente do sexo feminino, só que a identificação e características são masculinas ainda que não se identifique como homem trans.
  20. Transexual: uma pessoa que transicionou de seu gênero designado ao nascer.
  21. Intersexo: Pessoas que nasceram com ambos os sexos biológicos.
  22. Hijra: No caso da Índia, uma identidade cultural da comunidade que se refere a pessoa que nasceu do sexo masculino biologicamente, mas se identifica como Hijra, uma das hierarquias da complexa cultura indiana.
  23. Kothi: Também usado no caso da Índia. Termo usado para o afeminado (segundo a cultura deles!) em uma relação entre dois homens. Costuma ser o passivo na relação de ambos, mas isso também não é regra.