bandeira lgbt
Bandeira LGBT (FOTO: Reprodução/Internet)

O Superior Tribunal Federal (STF) deve decidir em julgamento na próxima quarta-feira (14), se o Congresso brasileiro deve criminalizar os casos de discriminação contra pessoas LGBTs, assim como já acontece com episódios de racismo e intolerância religiosa.

Uma petição online foi criada para demonstrar ao STF como forma de conscientização aos juízes sobre os problemas e a importância dos crimes contra a comunidade LGBTQ+ no Brasil. Como já acontece com outras minorias. Você pode assinar o abaixo-assinado, clicando aqui.

LEIA MAIS:


Em vídeo, mulher protagoniza ataques racistas e homofóbicos em voo

Anitta é acusada de oportunista por beijar mulheres em novo clipe; entenda

Vale lembrar que com o “empurrão” do STF, a comunidade LGBT pode conferir a conquista de direitos recentes como o casamento homoafetivo e a retificação de nome e gênero nos documentos oficiais de pessoas transgêneros. De acordo com dados divulgados pela Anistia Internacional, o Brasil é o país que mais mata LGBTs no mundo.