Casal LGBT de mãos dadas
Casal LGBT de mãos dadas (FOTO: PAULO PINTO/FOTOS PUBLICAS)

Um estudo publicado pelo Archives of Sexual Behavior sugeriu que a sexualidade de uma pessoa pode ser definida através das mãos. A pesquisa foi feita com pares de irmãos gêmeos idênticos sendo 18 deles mulheres e 14 homens. Ambos os grupos possuíam pessoas com orientações sexuais discordantes.

Entre as mulheres, o relatório concluiu que aquelas que possuem o dedo indicador e o anelar de diferentes comprimentos na mão esquerda, são menos propensas a serem heterossexuais. As mulheres homossexuais tinham mãos mais “masculinas” se comparadas às héteros.

LEIA MAIS:


Levantamento revela 271 pessoas trans assassinadas em 72 países; Brasil lidera ranking

Brasil é o segundo maior mercado LGBT do mundo, revela pesquisa

Já os homens apresentaram resultados surpreendentes. Ao observarem, os que se declaravam homossexuais tinham o formato da mão mais “masculina”. Apesar do resultado, os pesquisadores alegaram não haver diferença significativa.

Os cientistas garantiram que é extremamente improvável que seja possível definir a sexualidade de alguém através destes fatores. Levando em consideração o número de participantes, seria muito difícil generalizar e tomar como a conclusão se aplica-se a população geral.