Mercado de Trabalho para LGBTs
Mercado de Trabalho para LGBTs (Foto: Reprodução/Internet)

Apesar de ainda haver poucas alternativas de inserção no mercado de trabalho, as pessoas transgêneros passaram a receber novas oportunidades de emprego. Um crescimento de 300% em relação a quatro anos de acordo com a Transempregos. A plataforma presta consultoria e auxilia pessoas trans para ingressar no ambiente de trabalho.

Maite Schneider, fundadora da empresa, contou em entrevista ao UOL, que em 2014, apenas 12 empresas eram cadastradas na plataforma, número que saltou para 46. 15 companhias buscam acompanhamento periódico para a inclusão de trans no ambiente de trabalho.

LEIA MAIS:


Executiva da Marvel revela maior representatividade LGBT nos próximos filmes: “Estamos determinados”

Após proibição, Bermudas volta atrás e legaliza casamento homoafetivo novamente

Os motivos apontados para o aumento seriam que a diversidade estimula a inovação e a diversificação sobre as percepções de produtos e serviços lançados ao mercado, que reflete no potencial do público consumidor.

O próximo passo da Transempregos é lançar uma plataforma, em parceria com a RME, que reunirá transgêneros autônomos e empreendedores. Com a iniciativa será possível mensurar esse público e ajudar a divulgar produtos e serviços. “É uma das ações que quero fazer como embaixadora da RME, usando as plataformas da consultoria”, explica Maite.