Deborah Lourenço foi confundida com um transgênero
Deborah Lourenço foi confundida com um transgênero (Foto: Reprodução/Facebook)

O caso da mulher cisgênero que sofreu agressões ao ser confundida com uma pessoa trans no Rio, repercutiu nas redes sociais. O relato foi feito pelo marido da vítima Jorge Lourenço em um post no Facebook.

No depoimento, o homem comentou que sua esposa Deborah Lourenço foi abordada pelos agressores no momento que retornava de uma sessão do tratamento do câncer de mama. “Ela voltava da radioterapia quando, por conta da queda de cabelo da quimioterapia, foi confundida por um imbecil com um transexual”, contou. A publicação já conta com mais de 53 mil compartilhamentos.

“Foi empurrada, ameaçada e xingada de ‘viado de merda’ por essa pessoa depois de sair do carro. A situação só não foi pior porque o guardador de carros impediu”, continuou ele. Apesar do susto, Jorge assegurou que a companheira está bem e fora de perigo.


LEIA MAIS:

Parlamento de Hong Kong rejeita proposta de legalização da união civil homoafetiva

Lívia Andrade revela que ficaria com Leo Dias se ele não fosse gay

“Infelizmente, vivo no meio de gente imbecil que relativiza machismo, homofobia e transfobia. Que ainda fala de ‘mimimi’, que ainda fala que o Brasil é sim um país tolerante. Homens inseguros ou fundamentalistas religiosos que normalizam o discurso de ódio. O tipo de coisa que permite imbecilidades como essa continuarem se repetindo por aí.”, lamentou.

Em um outro post, Jorge agradeceu a comoção que a mensagem causou. “Mas a gente ficaria mais feliz se toda essa indignação também se mostrasse presente sempre que um transexual ou um homossexual é atacado na rua”, analisou.