A vereadora Marielle Franco
Marielle Franco (Foto: Reprodução/Instagram)

Universidade Johns Hopkins, em Washington, nos Estados Unidos vai passar a oferecer bolsas de estudos para latino-americanos. O programa foi batizado com o nome de Marielle Franco, vereadora assassinada em março no centro do Rio.

A novidade passa a vigorar apenas em 2019. A bolsa é voltada para estudantes interessados em cursar o mestrado na School of Advanced International Studies (SAIS), com foco em relações internacionais.

As aulas acontecerão no período de dois anos. Os alunos poderão optar por cursar metade deste período no campus da Johns Hopkinsem, Bolonha, na Itália.


LEIA MAIS:

Anitta lembra reação da mãe ao descobrir que ela é bissexual: “Completamente normal”

Claudia Raia revela uso de hormônio masculino na infância

“A bolsa de estudos será concedida anualmente para apoiar estudantes de mestrado comprometidos com o avanço da justiça social, igualdade e representação política mais ampla”, afirmou a SAIS.

A diretora do programa Monica de Bolle, em entrevista ao jornal O Globo, disse sobre o motivo de homenagear Marielle. “A grande importância dessa bolsa é chamar atenção para as questões que essa mulher, que morreu tão jovem e de forma tão trágica, defendia. São assuntos relativos ao Rio, mas que atingem toda a América Latina.”