Banana
Banana (Foto: Reprodução/Internet)

Diante a uma sociedade falocêntrica, na qual o pênis é superestimado, a ereção é um tema tabu e esta envolto de vários mitos. Em reportagem ao UOL, especialistas comentaram sobre o que é verdade ou não sobre o assunto.

Jovens sofrem de disfunção erétil

Ninguém assume, mas os jovens podem sim sofrer com disfunção erétil. A diferença está nos motivos para tal acontecimento. Entre os homens de mais idade, a falta de ereção acontece por questões físicas. Já os mais novos normalmente os fatores são psicológicos, como o stress ou a pressão exercida no sexo.

O urologista Marcos Tobias Machado ressalta que problemas cardiovasculares também podem afetar os homens menores de 50 anos. Já Alex Meller, urologista da Unifesp, afirma que 45% da população masculina tem algum problema de ereção, independente da faixa etária.


Outro fator desmistificado na publicação está no fato do homem não conseguir “engatar” uma segunda relação logo após a primeira. “Não há nenhuma anormalidade em ter apenas uma penetração durante o ato sexual”, diz Marcos, que é chefe do setor de uro-oncologia e cirurgia robótica em urologia do Hospital e Maternidade Brasil, em Santo André (SP), e urologista dos Hospitais da rede D’Or – Bartira, Assunção e São Caetano do Sul.

Anéis penianos ajudam

Alguns recursos podem ser de grande ajuda aqueles que sofrem com problemas de ereção, dentre eles os anéis penianos. Apesar de serem vendidos como brinquedo erótico, a peça é recomendado por médicos para os pacientes com disfunção erétil.

Sexo oral e masturbação = grandes aliados

Em muitos casos, o que funciona como uma ajuda e estimulante é o sexo oral, que acaba fazendo efeito em muitos casos. Outra aliada no momento da ereção é a masturbação. Ao contrário que muitos pensam, o excesso da prática não atrapalha e pode até ajudar no controle da ejaculação. Mas o melhor conselho é o relaxamento no momento do sexo. Uma boa dica é a concentração nas preliminares uma ótima forma de dominar a ansiedade, vai ajudar também a parceira a se excitar e a se soltar.