O jogador Olivier Giroud
O jogador Olivier Giroud (Foto: Divulgação)

Aliado da causa LGBT, o jogador Olivier Giroud comentou sobre a homofobia que ainda existe no esporte ao jornal Le Figaro. O atacante do Chelsea e da seleção francesa afirmou que é praticamente impossível um atleta da modalidade se declarar gay.

“É impossível se declarar homossexual no futebol”, disse relembrando o caso alemão Thomas Hitzlsperger que saiu do armário em 2014. 

LEIA MAIS:


Após fim de “Segundo Sol”, Luis Lobianco viaja junto com marido para Portugal

Ben & Jerry’s lança cardápio especial de sorvetes inspirado no filme “Bohemian Rhapsody”

A declaração rendeu muitas críticas da classe. “[A declaração de Hitzlsperger] foi muito emocionante. Mas foi aí que disse para mim mesmo que era impossível alguém se declarar homossexual no futebol.”, analisou.

O posicionamento a favor da diversidade levou Giroud a posar nu em 2011, à revista francesa Têtu, especializada em temas contra a homofobia. Em 2014, ele se juntou a um time de jogadores do Arsenal para o vídeo da campanha Rainbow Laces. A ação consistia em colocar os cadarços com as cores do arco-íris em combate à homofobia do futebol.