Super Drags
Super Drags (Foto: Reprodução)

O deputado do Acre, Alan Rick (DEM), publicou uma nota de repúdio em seu perfil no Facebook contra a série “Super Drags”, que estreia na próxima sexta-feira (09), na Netflix.

Intitulado como um “desenho com conotação sexual”, o texto do parlamentar afirma que a produção “é uma ameaça para nossas crianças”. Vale lembrar que a classificação indicativa da animação é para os maiores de 16 anos.

LEIA MAIS:


Irônico, Fábio Porchat critica homofóbicos e vídeo viraliza nas redes sociais

Galã da Globo é flagrado aos beijos com outro homem, diz jornalista

Em resposta a Rick, a Netflix lembrou que a animação não tem as crianças como alvo, e que a mesma não estará disponível no catálogo reservado para este público.

Em seu Twitter, a plataforma de streaming postou um tutorial de como pais devem fazer para bloquear programação para maiores de seus filhos.

Com estreia prevista para a próxima sexta-feira (09), o desenho animado conta a trama de três jovens amigos Patrick, Donny e Ramon, funcionários de uma loja de departamento durante o dia, mas à noite se transformam em super drag queens batizadas, respectivamente, de Lemon Chiffon, Safira Cian e Scarlet Carmesim. Juntas, elas têm a missão de tornar o mundo mais colorido. A classificação indicativa é para maiores de 16 anos.

Confira o trailer oficial: