Turismo LGBT
Turismo LGBT (Foto: Rerodução/PIxabay)

O Brasil ocupa o segundo lugar entre gastos dos viajantes da comunidade LGBT no mundo. Os dados foram divulgados através do levantamento feito pela empresa da consultoria Out Now, durante a WTM Londres 2018. As informações fazem parte do programa global de pesquisa LGBT 2030. Painel que abrange mais de 130 mil participantes de 26 países, que recebeu 8.752 respostas.

O relatório revelou que os gastos feitos entre os membros da diversidade no mundo todo já superam a marca de US$ 218 bilhões (cerca de R$ 813 bilhões). Deste universo, U$ 26,8 bilhões (R$ 100 bilhões) apenas utilizados no turismo brasileiro. A quantia inclui despesas com viagens domésticas e internacionais, acomodação, refeições e outros serviços turísticos.

LEIA MAIS:


Malásia corta cenas gays do filme Bohemian Rhapsody

Pedro Bial dá selinho em Pabllo Vittar durante gravação de programa: “Não me faz menos homem”

O nosso país só perde para os Estados Unidos com US$ 63,1 bilhões em gastos (R$ 235,4 bilhões). Em seguida aparece o Japão (US$ 20,7 bilhões), Alemanha (US$ 13,8 bilhões), Reino Unido (US$ 11,7 bilhões), França (US$ 11,4 bilhões), México (US$ 11,4 bilhões) e Itália (US$ 9 bilhões).

“Esses novos dados globais revelam um mercado robusto, diversificado e crescente. Também é importante, porém, que os fornecedores da indústria de viagens compreendam que precisam se concentrar além do forte valor do mercado, para garantir que seus produtos e serviços sejam bem adaptados”, explica o diretor executivo da Out Now, Ian Johnson.

Com informações do site Panrotas.