“As minorias vão poder exercer seus direitos livremente”, garante Sérgio Moro sobre novo governo em entrevista coletiva

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em entrevista coletiva promovida nesta terça-feira (06), o futuro Ministro da Segurança Pública Sérgio Moro afirmou que apesar do receio assolado por causa de declarações contra as minorias pelo presidente eleito Jair Bolsonaro, não existe a possibilidade de haver discriminações contra estes grupos no novo governo.

“Não existe nada de política persecutória contra homossexuais e outras minorias. Não existe nada disso na mesa ou sendo gestado; nenhuma intenção de política discriminatória. As minorias vão poder exercer seus direitos livremente. Não vejo nada além de receios infundados”, afirmou ele que ficou famoso por ser o juiz que comandou a Operação Lava Jato.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Moro classificou os crimes de ódio como “intoleráveis” e que devem ser solucionados “normalmente pelas polícias locais, mas se for necessário é possível movimentar o aparato da PF”, disse. “todos têm direito a igual proteção da lei – maiorias e minorias”, completou acrescentando que não há justificativa para políticas discriminatórias para minorias.

LEIA MAIS:

Estudante da UnB é espancada por sete pessoas em suposta motivação lesbofóbica

Daniela Mercury processa por injúria deputado que a acusou de xingar Jesus

Questionado a respeito do assassinato de Marielle Franco e Anderson Gomes em março, Moro garantiu que irá verificar a possibilidade de solucionar o caso, assim que assumir o ministério. “Assumindo o ministério, pretendo me inteirar melhor dessas questões e ver o que é possível fazer no âmbito do ministério.”

Sobre a aceitação do convite para o cargo, Moro disse “ver a possibilidade de realizar no governo federal o que, em sua avaliação, não foi feito nos últimos anos, uma forte agenda contra a corrupção e o crime organizado”.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio