LGBTfobia
LGBTfobia (Foto: Reprodução)

O homem que atacou dois gays que saíam de um bar no Brooklyn pode ser condenado a 15 anos de prisão. O episódio aconteceu no dia 23 de setembro e ele se entregou três dias depois do ocorrido. O julgamento está marcado para acontecer no dia 16 de janeiro de 2019.

Na ocasião, ele abordou as vítimas na rua com socos e insultos de “Bicha”. Após a agressão ele fugiu deixando as vítimas com hematomas e ferimentos pelo corpo, além de fraturas.

O acusado foi enquadrado por agressão em segundo grau como um crime de ódio. Terceiro grau ameaçador como crime de ódio, assédio de segundo grau agravado e outras ofensas relacionadas.


LEIA MAIS:

Felipe Araújo revela ser a favor do casamento homoafetivo: “Justa toda forma de amor”

Lia Clark divulga capa, tracklist e anuncia data de lançamento de novo álbum

À NBC News o promotor do distrito de Brooklyn, Eric Gonzalez, afirmou que McNamara pode pegar até 15 anos de prisão pelo agravante do caso configurar, além da agressão, um crime de ódio.

O autor do crime reside no bairro do Queens e era contratado como consultor sênior da empresa EY (Ernst & Young). No entanto, após a repercussão do ataque, a empresa o suspendeu até o fim do processo.