Homofobia
Homofobia (Foto: Reprodução)

Um estudante universitário de Recife, de 21 anos, afirma ter sido vítima de homofobia na avenida Marquês de Olinda, localizada no bairro chamado de Recife Antigo, região central da capital pernambucana, na última quinta-feira (11).

De acordo com informações do Jornal do Commercio, o jovem contou que o ataque aconteceu quando se dirigia para comprar um lanche durante o intervalo do seu estágio, na mesma região, quando foi surpreendido por um homem em uma motocicleta, que parou fazendo menção que o deixaria passar, mas na verdade, deu um tapa na sua cabeça, que teria o atingido de raspão.

Depois da agressão, o rapaz disse que o motociclista teria gritado algo como: “essa raça vai acabar” fugindo em seguida. A situação teria deixado o estudante em choque e voltou chorando para o seu local de trabalho.


LEIA MAIS:

Implorando pela mãe, jovem iraquiano é brutalmente assassinado por “parecer gay”

Jovem é baleado na cintura durante ataque homofóbico em bar no MS

“Eu já tinha escutado relatos desse tipo de violência, mas nunca tinha acontecido comigo. Provavelmente foi por causa do meu jeito, por homofobia, mas ele que está errado por se incomodar comigo. Isso é inaceitável”, disse ele acrescentando que no momento do ocorrido ficou sem reação e não se lembrou de anotar a placa do veículo portado pelo agressor.

O universitário registrou boletim de ocorrência na Delegacia de Boa Viagem, na Zona Sul do Recife, pelo crime de preconceito, racismo e discriminação. “Bem eu não tô, mas a gente vai seguindo em frente e lutando”, relatou o jovem.