Garotas de programa
Garotas de programa (Foto: Reprodução/Internet)

Uma travesti de 23 anos foi atacada a tiros, na última quarta-feira (24), em Porto Velho. A vítima até que tentou fugir, mas acabou sendo atingida em uma das pernas. As informações são do G1.

De acordo com a Polícia Civil, o autor dos disparos seria um homossexual que manifesta o desejo de ocupar o ponto de prostituição utilizado pela vítima na avenida Rio Madeira, bairro Nova Porto Velho. Apesar de ser identificado, o suspeito conseguiu fugir.

Segundo relato da travesti no Boletim de Ocorrência (B.O.), ela estava trabalhando próximo a um motel quando foi surpreendida pelo rival já efetuando os disparos. Apesar do ferimento na perna, a vítima correu, mas foi perseguida e rendida por um comparsa do responsável pelo crime.


LEIA MAIS:

Roger Waters presta homenagem à Marielle Franco em show no Rio

Eleitor de Bolsonaro ameaça jovem com arma de fogo após marcar encontro no Grindr

O suspeito ainda tentou atirar novamente, mas a arma estava sem munição. Desesperada, a travesti pediu ajuda e tentou entrar em contato com um Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas por causa da demora desistiu e se dirigiu ao Hospital João Paulo II por conta própria.

No centro médico, ela foi atendida e liberada, logo após ser medicada. Do hospital, ela foi direto ao a uma Unidade Integrada de Segurança Pública (Unisp) onde registrou ocorrência policial sobre o ataque.