Após a condenação em segunda instância, o deputado Jair Bolsonaro que foi o mais votado no Rio de Janeiro em 2014, disse que irá recorrer mais uma vez da decisão da Justiça (FOTO: Facebook)
Jair Bolonaro (FOTO: Facebook)

Conhecido por suas falas extremistas e discursos por vezes considerados preconceituosos, um vídeo em que está circulando nas redes sociais mostra Jair Bolsonaro admitindo que é, sim, homofóbico e “com muito orgulho”.

Na gravação o presidenciável faz uso de sua imunidade parlamentar para afirmar seu posicionamento contrário à comunidade LGBT.

Leia mais:


Johnny Hooker declara voto em Haddad e diz: “A urna não é depósito de ódio”

Nany People é madrinha de evento beneficente em prol do Outubro Rosa

“[Antigamente] não existia essa quantidade enorme de homossexuais como temos hoje em dia. E eles não querem igualdade, eles querem privilégios. Eles querem é nos prender porque nós olhamos torto pra eles, nos prender porque nós não levantamos de uma mesa pra tirar nossos filhos ‘menor’ de idade de ver dois homens ou duas mulheres se beijando na nossa frente, como se no restaurante fosse um local pra fazer isso. Eles querem é privilégios! Eles querem é se impor como uma classe à parte. E eu tenho imunidade pra falar que sou homofóbico, sim, com muito orgulho se é pra defender as crianças nas escolas”, diz Bolsonaro que reitera que os LGBTs “não terão sossego” com ele.